https://www.revformacaodocente.com.br/index.php/rbpfp/issue/feed Formação Docente – Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação de Professores 2021-04-29T19:39:42+00:00 José Jardilino jrjardilino@gmail.com Open Journal Systems <div class="home-box"> <p>A "Formação Docente" – Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação de Professores, publicação digital sob a responsabilidade editorial do Grupo de Trabalho- GT "Formação de Professores" (GT08), da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Educação (ANPEd), em coedição com a Editora Autêntica.</p> </div> https://www.revformacaodocente.com.br/index.php/rbpfp/article/view/471 Apresentação e editorial: Homenagem póstuma á Prof. Dra. Marli André 2021-04-29T19:39:42+00:00 José Rubens Lima Jardilino jrjardilino@gmail.com Joana Paulin Romanowski joana.romanowski@gmail.com Laurizete Ferragut Passos laurizetefer@gmail.com Marcia de Souza HOBOLD marcia.hobold@ufsc.br 2021-04-15T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2021 José Rubens Lima Jardilino; Joana Paulin Romanowski, Laurizete Ferragut Passos, Marcia de Souza HOBOLD https://www.revformacaodocente.com.br/index.php/rbpfp/article/view/334 Formação e práticas decoloniais de professores formadores: contrariando o instituído 2021-04-23T07:55:12+00:00 Sandra Maria Nascimento de Mattos smnmattos@gmail.com José Roberto Linhares Mattos, jrlinhares@gmail.com <p>O presente artigo tem como objetivo apresentar práticas docentes decoloniais de professores formadores que transgridem o que está instituído em suas salas de aula. Essas práticas envolvem o encontro cultural com suas variadas possibilidades para promover o ensino e a aprendizagem significativa dos alunos. A formação inicial e continuada tem participação nessa modificação de olhar e influem diretamente na prática docente, quando esses professores, futuros ou atuantes, adquirem conhecimentos sobre determinadas maneiras, tais como a etnomatemática, para auxiliar a sua prática docente. É o desenvolvimento, de certa forma, da insubordinação criativa, maneiras de insurgências que contribuem para refletir sobre a estruturação da colonialidade do poder, do ser e do saber. A metodologia utilizada foi tipo etnográfica com imersão in lócus e realização de rodas de conversa, resultando em experiências enriquecedoras. A pesquisa aponta que estratégias de ensino diversificadas promovem aprendizagens mais eficazes e modificam a atuação dos professores.</p> 2021-04-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2021 Sandra Maria Nascimento de Mattos, José Roberto Linhares Mattos, https://www.revformacaodocente.com.br/index.php/rbpfp/article/view/431 “O início é até meio assustador (...)!”: Inquietações docentes pela ótica de professoras iniciantes 2021-04-23T07:56:28+00:00 Ingrid Cristina Barbosa Fernandes ingridfernandes.jc@gmail.com Giseli Barreto da Cruz cruz.giseli@gmail.com <p>O artigo trata da inserção profissional docente, tendo por objetivo compreender como inquietações de professores alfabetizadores afetam a sua docência no transcorrer da inserção profissional. Orientado pela pesquisa narrativa, articula as vozes de seis docentes, reconhecidas a partir dos dados obtidos com a aplicação de um questionário aos egressos de um curso de Pedagogia de uma instituição universitária. As narrativas foram construídas com base em entrevista, referenciadas por Galvão e Passeggi, Souza &amp; Vicentini, e discutidas com o apoio de autores que tratam do desenvolvimento profissional docente, dentre eles: Alarcão &amp; Roldão; Marcelo e Cochran-Smith. As constatações indicam, de um lado, que as inquietações se relacionam com a complexidade de lidar com a heterogeneidade das turmas, a resolução de conflitos e as cobranças pessoais; de outro, a potência da troca entre os pares como forma de enfrentamento das inquietações, que apesar de interpelar, não paralisa as docentes.</p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>Palavras-chave:</strong> Inserção profissional docente. Inquietações docentes. Desenvolvimento profissional docente.</p> <p>&nbsp;</p> <p><strong><em>&nbsp;</em></strong></p> <p><strong><em>&nbsp;</em></strong></p> <p>&nbsp;</p> 2021-04-15T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2021 Ingrid Cristina Barbosa Fernandes, Giseli Barreto da Cruz https://www.revformacaodocente.com.br/index.php/rbpfp/article/view/359 Percepções de uma professora iniciante acerca das contribuições da pesquisa em sua formação inicial para o ensino de matemática 2021-04-23T07:56:08+00:00 Fernando Schlindwein Santino fernando.santino@unesp.br Klinger Teodoro Ciríaco ciriacoklinger@gmail.com Ana Carolina Faustino carolina.faustino@ufms.br <p>Compreender em que medida a pesquisa de trabalho de conclusão de curso, desenvolvida na licenciatura em Pedagogia, contribuiu para a prática pedagógica de uma professora que ensina Matemática em seus primeiros anos de carreira é o objetivo deste artigo. A investigação classifica-se como qualitativa, com análise interpretativa. A produção de dados deu-se a partir de uma entrevista semiestruturada com uma docente que atuava em uma instituição pública de ensino no interior do Estado de Mato Grosso do Sul. Os resultados evidenciaram que o TCC em Educação Matemática, mobilizou elementos relacionados a construção do início da carreira, tais como: a) mudança de atitude em relação ao conhecimento matemático; b) desenvolvimento de autonomia profissional, perante o papel da pesquisa na formação inicial, incentivando para a formação continuada; c) superação do "choque com o real" no início da docência e; d) a mudança de atitudes, dado que possibilitou uma abordagem da Matemática de forma lúdica.</p> 2021-04-15T22:37:17+00:00 Copyright (c) 2021 Fernando Schlindwein Santino, Klinger Teodoro Ciríaco, Ana Carolina Faustino https://www.revformacaodocente.com.br/index.php/rbpfp/article/view/354 Os primeiros passos na carreira docente: um estudo com professores moçambicano 2021-04-23T07:56:58+00:00 Geraldo Deixa gdeixa@gmail.com Rosalino Subtil Chicote rchicote@unirovuma.ac.mz Sidónio Francisco Calisto sidoniocalisto2@gmail.com <p>O artigo tem como finalidade caracterizar o processo de inserção na carreira docente de professores moçambicanos. Para o desenvolvimento da pesquisa colocamos a seguinte questão: Que traços evidenciam o processo de inserção na carreira docente no contexto moçambicano? Foi aplicado um questionário à 29 professores do Ensino Básico da cidade de Quelimane. Os resultados obtidos revelam que a carreira docente é uma profissão complexa que exige uma colaboração e sensibilização dos gestores. Portanto, a fraca colaboração a nível institucional coloca em risco a construção da identidade do professor.</p> 2021-04-15T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2021 Geraldo Deixa, Rosalino Subtil Chicote, Sidónio Francisco Calisto https://www.revformacaodocente.com.br/index.php/rbpfp/article/view/397 O estágio supervisionado em ensino de ciências como espaço para a mobilização dos saberes docentes 2021-04-23T07:55:59+00:00 Antonia Adriana Mota Arrais unbantonia@gmail.com Delano Moody Simões da Silva delanomoody@gmail.com <p>O presente é dedicado a investigar indícios de mobilização/desenvolvimento dos saberes docentes nos licenciandos de Ciências Naturais a partir da disciplina de Estágio Supervisionado em Ensino de Ciências 1 da Faculdade UnB Planaltina (FUP/UnB).&nbsp; Para o desenvolvimento da pesquisa, foram utilizados como instrumentos de coletas de dados os relatos de medos e expectativas quanto a realização do estágio e os portfólios elaborados pelos licenciandos, tais materiais constituíram o <em>corpus</em> da investigação e foram submetidos a Análise Textual Discursiva (ATD). Os resultados indicaram que ao longo do estágio foram mobilizados e desenvolvidos diversos saberes pelos licenciandos, influenciados pelas vivências e experiências no contexto da escola, mas também pelas trocas e reflexões provocadas pelos professores colaboradores e pelo supervisor de estágio na universidade. Esse contato entre jovens e experientes na profissão possibilita confrontar, validar, ressignificar e desenvolver diversos saberes.</p> 2021-04-15T22:48:45+00:00 Copyright (c) 2021 Antonia Adriana Mota Arrais, Delano Moody Simões da Silva https://www.revformacaodocente.com.br/index.php/rbpfp/article/view/346 Sostenibilidad y gobernanza universitaria en Gabón: retos y perspectivas para la formación de maestros en la escuela normal superior de libreville 2021-04-23T07:55:50+00:00 Véronique Solange Okome-Beka verosol_okom@yahoo.fr <p>É reconhecido em todo o mundo que o ensino superior deve desempenhar um papel determinante no processo de desenvolvimento. Por cerca de sessenta anos, o ensino superior no Gabão sofreu uma série de greves recorrentes. Além disso, pesquisadores como Ngou Milamaet al. (2010) Maganga et al. (2013), que se interessavam por esse nível de educação, argumentam que seus resultados são confusos porque os objetivos que se propôs desde a sua criação parecem ter sido parcialmente alcançados. Para esses autores, as crises observadas resultam da falta de regulamentação dos órgãos de governança, o que resulta em má governança. Assim, hoje, mais do que no passado, o ensino superior é chamado a melhorar sua governança diante dos desafios do terceiro milênio, na formação de cidadãos informados, a fim de dar a cada um deles as chaves para sua integração social e profissional para estabelecer desenvolvimento sustentável no Gabão. Nesse contexto, propõe-se administrar estabelecimentos educacionais de maneira diferente, envolvendo todos os interessados. Queremos ver através deste estudo se os estabelecimentos de ensino superior no Gabão, em particular a École Normale Supérieure, responsável pela formação de professores, integraram as novas formas de governança introduzidas pelo desenvolvimento sustentável com base em uma abordagem participativa de natureza inclusiva.</p> <p>&nbsp;</p> 2021-04-15T22:54:24+00:00 Copyright (c) 2021 Véronique Solange Okome-Beka https://www.revformacaodocente.com.br/index.php/rbpfp/article/view/408 Educação das relações étnico-raciais na residência pedagógica de sociologia 2021-04-23T07:55:40+00:00 Cleyde Rodrigues Amorim cleydea@yahoo.com Yamilia de Paula SIQUEIRA yamilia.siqueira@gmail.com <p>Este texto objetiva discutir a formação de professores de Sociologia, no Programa Residência Pedagógica – Sociologia, e em especial a formação voltada para a educação das relações étnico-raciais. O Programa foi subsidiado pela agência governamental CAPES por 18 meses (2018/2020), e desenvolvido em uma escola pública de ensino médio em Vila Velha, região metropolitana de Vitória/ES. Para este trabalho nos utilizamos da pesquisa participante, observações e entrevistas. Os resultados do Programa Residência Pedagógica foram significativos para a formação dos licenciandos e para a formação continuada dos professores envolvidos, além de dinamizar as atividades didático-pedagógicas na escola. O estudo também apontou para a necessidade e importância da formação como fator preponderante para a discussão da história e cultura africana e afro-brasileira, prevista pela Lei 10.639/2003 no ensino brasileiro.</p> 2021-04-15T23:04:49+00:00 Copyright (c) 2021 Cleyde Rodrigues Amorim, Yamilia de Paula SIQUEIRA https://www.revformacaodocente.com.br/index.php/rbpfp/article/view/405 Contribuições do programa residência pedagógica da Universidade Estadual do Ceará na formação de professores da educação básica 2021-04-23T07:55:31+00:00 cecilia Rosa Lacerda cecilia.lacerda@uece.br Francisco SILVA advfranciscosilva@gmail.com Manuel Bandeira SANTOS NETO prof.manuelbandeira@gmail.com <p>Este artigo é resultado de pesquisa que teve como objetivo geral compreender as contribuições do Programa de Residência Pedagógica na formação dos professores da Educação Básica. A abordagem metodológica foi qualitativa, tipo estudo de caso, com a realização de análise documental, aplicação de questionário e entrevistas semiestruturadas com licenciandos dos cursos de Letras/Português, Pedagogia e Ciências Biológicas da Universidade Estadual do Ceará, e, neste texto, são apresentados, somente, os dados expressos nas entrevistas. As discussões da investigação voltaram-se para formação docente, identidade docente e profissão docente. Os resultados indicaram que o Programa apresenta, para os licenciandos, uma maior permanência e aprendizagem no ambiente da escola e integração entre universidade e escola, contribuindo para o processo de formação docente e fortalecimento da articulação entre teoria e prática. Aponta-se uma certa ingenuidade nos posicionamentos dos estudantes, que atribuem uma visão aplicacionista e redentora ao Programa, exigindo uma maior crítica e reflexividade.</p> 2021-04-15T23:08:26+00:00 Copyright (c) 2021 cecilia Rosa Lacerda, Francisco SILVA, Manuel Bandeira SANTOS NETO https://www.revformacaodocente.com.br/index.php/rbpfp/article/view/420 Contribuições do Programa Residência Pedagógica à formação inicial de futuros professores de línguas: aspectos da parceria colaborativa 2021-04-23T07:55:21+00:00 Caroline Carnielli Biazolli caroline.biazolli@ufscar.br Isadora Valencise Gregolin isadora.gregolin@ufscar.br Joceli Catarina Stassi-Sé jocelistassise@ufscar.br <p>Este artigo busca analisar as contribuições do Programa Residência Pedagógica (PRP/CAPES) à formação de licenciandos em Letras de uma instituição pública do interior paulista, bem como problematizar aspectos da parceria colaborativa entre universidade e escolas que têm fomentado discussões sobre a reformulação curricular do referido curso. Para isso, discutimos as concepções e princípios que embasam a formação docente inicial nessa instituição, apresentamos a proposta da primeira edição do programa e os desafios impostos pela pandemia para o desenvolvimento da segunda edição. Concluímos que a nova configuração dos estágios remotos evidenciou a importância de momentos presenciais para a constituição de identidades docentes. Ao mesmo tempo, favoreceu o engajamento dos estagiários com o próprio processo de aprendizado da docência e possibilitou uma maior interação com os preceptores, consolidando a parceria que vem sendo construída na última década. &nbsp;</p> 2021-04-15T23:12:31+00:00 Copyright (c) 2021 Caroline Carnielli Biazolli, Isadora Valencise Gregolin, Joceli Catarina Stassi-Sé https://www.revformacaodocente.com.br/index.php/rbpfp/article/view/396 Dos entraves à busca por novos caminhos no planejamento da Educação Física Escolar: Residência Pedagógica como uma ação participativa 2021-04-23T07:54:54+00:00 Leonardo Cordeiro de Queiroz leonnardoq@gmail.com Bruna Solera brunasoleraef@gmail.com Vania de Fátima Matias de Souza vfmatias@gmail.com <p>A discussão apresentada teve como objetivo investigar a percepção dos professores preceptores e coordenador do Programa Residência Pedagógica (RP), acerca da construção e aplicação do planejamento da Educação Física Escolar no Ensino Fundamental e Médio e as suas influências. Contou com a participação de três preceptores e um coordenador de núcleo do Programa RP – Educação Física. Utilizou-se a entrevista semiestruturada como instrumento de coleta, cujos dados foram analisados por meio dos pressupostos da análise de conteúdo. Os resultados apontaram para benefícios aos atores participantes, principalmente no processo formativo dos futuros professores e formação continuada dos professores preceptores. Concluiu-se que o RP, juntamente a uma ação estruturada de planejamento participativo se configurou como importante estratégia no processo formativo de professores, contribuindo com a efetivação da parceria entre universidade e escola.</p> 2021-04-16T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2021 Leonardo Cordeiro de Queiroz https://www.revformacaodocente.com.br/index.php/rbpfp/article/view/416 Residência pedagógica nas IES: programa de aperfeiçoamento do estágio curricular obrigatório? 2021-04-23T07:56:39+00:00 Fernanda Silva Veloso fervel1981@gmail.com Altair Pivovar pivovarit@ufpr.br <p>Este artigo tem a intenção de expandir a discussão sobre o programa Residência Pedagógica (PRP) inserindo no debate um aspecto de fundamental importância para a compreensão das dificuldades de implementação de uma efetiva política de estágio, universal e isonômica, e não apenas ações isoladas. Com base numa breve análise do teor dos Editais CAPES 06/2018 e 01/2020, depreende-se, do pano de fundo da proposta lançada, a esquiva do enfrentamento direto do estágio curricular obrigatório, desconsiderando todo um percurso histórico de construção conceitual. Em face das condições incipientes do programa, os autores consideram desaconselhável se garantir equivalência do estágio obrigatório a discentes que participem do PRP, reconhecendo que se impõe a reconfiguração do estágio para formação de professores do ponto de vista operacional, para que, respeitadas as especificidades, possa efetivamente ser posto em prática.</p> 2021-04-15T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2021 Fernanda Silva Veloso, Altair Pivovar https://www.revformacaodocente.com.br/index.php/rbpfp/article/view/409 Estudo descritivo acerca dos efeitos do programa institucional de residência pedagógica/UFS no processo de formação continuada dos professores preceptores 2021-04-23T07:56:48+00:00 LUIZ ANSELMO MENEZES SANTOS luizanselmomenezes@gmail.com Ana Karolliny do Livramento Melo ana.karollinymelo@gmail.com Fabio Kalil de Souza fabioksouza@gmail.com <p><strong>Resumo</strong>: O Programa de Residência Pedagógica se inscreve de modo estratégico no âmbito de programas públicos educacionais para formação inicial de docentes para Educação Básica brasileira. Neste estudo focalizamos o impacto das ações empreendidas pelo Projeto Institucional da UFS para a formação continuada de preceptores participantes do Programa. Como método, optamos pela abordagem quantitativa com enfoque descritivo. Foi aplicado um questionário fechado para 31 docentes participantes, cujas respostas foram analisadas em seus aspectos positivos e negativos e feitas as devidas inferências estatísticas. Entre outros, os resultados sinalizam que o PRP contribui para o intercâmbio de experiências, para reaproximação do conhecimento acadêmico disciplinar e para o contato com residentes, possibilitando a atualização profissional dos seus preceptores. Foram apontados também entraves do Programa para seu desenvolvimento mais efetivo. A conclusão enfeixa principais achados e emplaca limites do estudo que representam janelas para novas pesquisas.</p> <p>&nbsp;</p> <p>&nbsp;</p> 2021-04-15T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2021 LUIZ ANSELMO MENEZES SANTOS, Ana Karolliny do Livramento Melo, Fabio Kalil de Souza