Edição Atual

v. 13 n. 28 (2021): (set-dez/2021) Revista Formação Docente – Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação de Professores (RBPFP)

Esse número especial “Marli André – a pesquisa qualitativa em educação e formação de professores”, tem por finalidade expressar o reconhecimento da comunidade de pesquisadores em educação e do Grupo de Trabalho – GT 8 (Formação de Professores), da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Educação - ANPEd Nacional, quanto às contribuições teórico-metodológicas de Marli André para a pesquisa em Educação e para o campo da formação de professores.

Entre as muitas homenagens aqui prestadas, pesquisadores brasileiros que conviveram com Marli André em projetos de pesquisa, órgãos de fomento, associações de pesquisadores, e ainda como orientandos, expressam seu tributo de reconhecimento das parcerias estabelecidas na realização de pesquisas em educação, e em especial em formação de professores.           

Acentuamos esta edição especial será dedicada a trajetória de Marli André em sua atuação de colaboração e cooperação na ANPED. Ressaltado que a trajetória da autora está amalgamada na própria história da associação. Sua atuação e participação intensa fortalecem seu reconhecimento por essa comunidade de intelectuais e pesquisadores. Na ANPED Marli Andre foi membro da diretoria em seus conselhos, realizou  conferência de encerramento e foi coordenadora de GT. Marcadamente, no GT 08 Formação de Professores, Marli dedicou-se intensamente e sua presença qualificava as muitas ações das quais participou como: comunicações nas reuniões nacionais e regionais, realização de mini curso, trabalhos encomendados, parecer em trabalhos, participação na organização das reuniões sugerindo assuntos a serem discutidos, pesquisadores  a serem convidados, além de presença cativa durante a realização das reuniões contribuindo com os pesquisadores com sugestões e observações. 

Registramos seu intenso compromisso nos Simpósios dos Grupos de Pesquisa em  Formação de Professores desde  o momento das  primeiras conversas sobre sua criação, suas considerações expressas de  modo arguto  e perspicaz nas análises, compondo o comitê avaliador. Suas densas ponderações nas sessões de encerramento dos grupos de pesquisa são contribuições preciosas no compósito do campo de formação de professores e para a formação em pesquisa.

 Destacamos, também, no Gt de Formação de Professores o seu forte apoio à criação da “Formação Docente” – Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação de Professores. Desde as primeiras conversas Marli sempre presente sugerindo para a definição do escopo da revista, compondo o Comitê Consultivo Editorial, realizando avaliação dos artigos e, em especial, publicando artigos.   

As contribuições de Marli André não são restritas à Anped e ao GT 08 Formação de Professores, são sim amplas em diferentes instituições universitárias na graduação e na pós-graduação, como pesquisadora, professora, orientadora, coordenadora, membro de diretorias, comissões, uma vida acadêmica intensa. Além disso, atuou em  órgãos de fomento, fundações de pesquisas, órgãos governamentais, entre outros. A intensidade de sua contribuição é inegável para a pesquisa, para a ciência, para a gestão e para a formação de professores e pesquisadores. Assim, os artigos aqui publicados constituem testemunhos dessa trajetória ímpar na pesquisa em educação.

 Participam deste número especial Menga Ludke, com uma homenagem especial, Reverberações da nossa Estrela Marli André. Menga e Marli desenvolveram uma parceria intensa na vida, em projetos de pesquisa, em publicações e debates da área.  Em seu artigo, Menga Ludke explora aspectos da trajetória escolar e profissional de Marli André pouco divulgados e que revelam as bases de todo o seu envolvimento com a área da Educação e da pesquisa qualitativa. Destaca, em especial, a preocupação de ambas com a busca de uma concepção de pesquisa que acolhesse novas estratégias e modalidades e que ampliasse o modo de ver a pesquisa em educação e na formação de professores. 

Em seguida Lucidio Bianchetti apresenta uma entrevista realizada com Marli André. Como indica o autor a entrevista foi desenvolvida a partir de um roteiro organizado dentro de três eixos:  formação e carreira do líder; sua condição de líder do Grupo (tempo, liderança, atuação); e seu entendimento sobre três questões centrais, a saber:  como avalia a importância do Grupo no processo de formar orientadores? Em que indicadores sustenta a sua avaliação?  Considera o grupo de pesquisa como um locus de formação e de atuação de orientadores? A entrevista, foi feita nas dependências da PUC/SP, no dia 11 de agosto de 2017, com duração de 1h15min. Após transcrita, foi encaminhada à professora Marli que a revisou. Assim, consideramos essa entrevista como um depoimento  precioso para  compor este dossiê. 

 Na sequência, Bernadete Angelina Gatti, também companheira de pesquisas e  labutas acadêmicas, traz em seu artigo reflexões resultantes dessa vivência e questões relacionadas ao emprego dos métodos qualitativos na pesquisa em educação e na  formação de educadores. Destaca os diálogos mais diretos com Marli, especialmente os relacionados aos desafios teóricos e metodológicos enfrentados em estudos de larga escala nas pesquisas de campo e estudos de caso. Explora outros temas caros à pesquisadora: a concepção de professor-pesquisador e a ideia de pesquisa como formação. 

O texto de Maria Rita N. S. Oliveira, resultado de marcas da longa convivência com Marli André, aborda aspectos da sua obra que revelam seu compromisso com uma educação socialmente referenciada, na Didática e na Formação de Professores. Destaca princípios e valores com os quais construiu seu trabalho, particularmente nesses dois campos. Explora o conjunto da sua produção intelectual como fonte para o contínuo desenvolvimento do conhecimento científico teórico-prático. Sintetiza e analisa os principais aspectos dessa produção: Coerência no compromisso com a inclusão educacional; Pesquisa como fator de organicidade e a interação entre Didática e Formação de Professores; Ênfase na pesquisa etnográfica e Participação expressiva na constituição histórica da Didática e da Formação de Professores e os estudos integrativos

Eurize Caldas Pessanha, como pesquisadora do campo da História da Educação, apresenta a partir da organização da produção bibliográfica de Marli André, como conceitos, temáticas, referências, relações, cruzamentos e ausências são evidenciados e revelam as contribuições e a trajetória de sua participação destacada e significativa em todas as etapas da história da pesquisa educacional e da produção do conhecimento sobre a educação no Brasil. Pelo legado deixado, pelas ideias disseminadas e influências para áreas de Didática, Prática e Formação de Professores e para a Pesquisa Qualitativa, a pesquisadora traz evidências do que chamou “o legado da mulher intelectual Marli André”.

Maria do Céu Roldão que destaca suas interações com Marli estabelecidas há quase 30 anos, iniciadas num congresso da AFIRSE, realizado na Universidade de Lisboa. Diz a autora que neste encontro “foi o início de uma profunda amizade e de uma colaboração regular que me liga a ambas, no caso de Marli tragicamente interrompida no início deste ano de 2021.  Este texto, que lhe dedico, procura carregar em si muito do que aprendi com ela, textos que produzi a pedido dela no Gt8 da ANPEd em que me honrou com seus frequentes pedidos de colaboração, ideias – muitíssimas – que aprofundámos juntas, debatemos e ampliámos.” 

Pura Lúcia Oliver Martins e Neuza Bertoni, para seu artigo, selecionaram um conjunto de artigos publicados em diferentes periódicos nacionais para situar os caminhos percorridos por André.  Destes textos destacam os problemas apontados a serem superados na produção de conhecimentos sobre a pesquisa qualitativa e os inúmeros desafios que a pesquisadora destacou em sua trajetória, especialmente aqueles decorrentes das dúvidas e soluções identificadas na formação de pesquisadores da área da educação.

Emilia Freitas de Lima, nas contribuições da professora Marli André para a produção de conhecimento sobre professores iniciantes, destaca as principais produções acadêmicas da homenageada sobre o estudo dos professores iniciantes. Para a composição do texto, Lima considerou  todas as produções de Marli André sobre o assunto, em especial as discussões relativas à  elaboração de políticas públicas,  em que se evidencia a crítica  às autoridades governamentais e das agências de fomento à pesquisa por alegarem a ausência de contribuição de pesquisadores e pesquisadoras brasileiras para com os professores iniciantes que carecem de programas de apoio para sua inserção e atuação profissional, como bem destacam os estudos e investigações.   

Romilda Teodora Ens que juntamente com sua orientanda Jaqueline S. Oliveira Nagel, sublinham as contribuições de Marli André quanto aos sentidos e significados expressos num conjunto de obras direcionadas a apontar a relação entre a pesquisa e a formação de professores como “constantes sociais” que contribuíram para a definição do campo da formação de professores e formação de professores no Brasil. As autoras também destacam a participação de Marli André no Congresso Nacional de Educação – Educere, realizado na Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), nas edições de 2004 a 2019. 

Ao finalizarmos esta apresentação deste número especial da RBPFP, expressamos nosso profundo agradecimento à Marli, por sua amizade, companheirismo, acolhimento. Marli nosso arrimo na formação para a pesquisa, para a compreensão dos processos teóricos metodológicos necessários à investigação, nossa orientadora instigando para a reflexão sobre as problemáticas e desafios da área da educação e sobretudo do campo da formação de professores. 

Agradecemos aos(as) pesquisadores(as) que carinhosamente acolheram o convite para contribuir com a realização desta leitura do legado acadêmico da profa. Dra. Marli Eliza Dalmazo Afonso de André e convidamos os (as) leitores(as) para esta inserção na obra da autora homenageada.

Coordenação Editorial

Joana P Romanowski

Márcia Hobold

Laurizete Ferragut Passos

Publicado: 2021-12-06
Ver Todas as Edições

A "Formação Docente" – Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação de Professores, publicação digital, veiculada semestralmente, é de responsabilidade editorial do Grupo de Trabalho "Formação de Professores" (GT08), da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Educação (ANPEd), em co-edição com a Editora Autêntica.