Formação do professor de dança

Em análise o currículo do primeiro curso de licenciatura de Santa Catarina

  • Carla Carvalho,
  • Marco Aurelio da Cruz Souza, FURB
  • Rita Buzzi Rausch FURB
Palavras-chave: Formação de professores. Dança. Arte. Currículo.

Resumo

Este artigo tem como objetivo discutir a importância da formação do professor em dança no Brasil e analisar o desenho curricular do primeiro curso de licenciatura em Dança de Santa Catarina, implantado na Universidade Regional de Blumenau. Faz-se uma análise da resolução 02/2015 e da Lei nº 13.278, de 2 de maio de 2016, que instituiu a obrigatoriedade da formação específica em Música, Dança, Teatro e Artes Visuais na Educação Básica, por meio dos dados presentes no Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Dança da FURB. Esse curso prima pela formação do professor, artista e pesquisador em dança de forma integrada e busca contribuir com a formação de um profissional crítico, criativo e sensível.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carla Carvalho,

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Paraná - UFPR. Professora da Universidade Regional de Blumenau - FURB. Contato: ca_carvalho@icloud.com

Marco Aurelio da Cruz Souza,, FURB

Doutorando em Motricidade Humana, especialidade Dança na Universidade de Lisboa - Portugal. Cotato: marcoaurelio.souzamarco@gmail.com

Rita Buzzi Rausch, FURB

Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP. Pós-Doutoranda em Educação na Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC. Professora da Universidade Regional de Blumenau - FURB. Contato: ritabuzzirausch@gmail.com

Referências

ALMEIDA FILHO, N.. Universidade Nova no Brasil. In: SANTOS, B de S; ALMEIDA FILHO, N. de. A universidade no século XXI: para uma universidade nova. Coimbra: Edições, Almedina, 2008.

BERNSTEIN, B. A estruturação do discurso pedagógico: classe, códigos e controle. Petrópolis: Vozes, 1996.

BRASIL. Ministério da Educação. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental. Brasília, MEC/SEF. 1997

BRASIL. Parecer n. 0195/2003. Diretrizes Curriculares Nacionais dos cursos de graduação em Música, Dança, Teatro e Design. Disponível em www.portal.mec.gov.br/cne. Acesso em dezembro de 2017.

BRASIL. Lei nº 13.278, de 2 de maio de 2016. Altera o § 6º do artigo 26 da Lei no 9.394/96, referente ao ensino da arte. Diário Oficial da União, Brasília, 2016. Disponível em: Acesso em dezembro de 2017.

BULLOUGH, R. Becoming a teacher: Self and the social location of teacher education. In: Biddle, B.; Good, T. Goodson, I. (Eds.). International handbook of teachers and teaching. Dordrecht: Kluwer Academic Publishers, 1997. p. 79-134.

FURB. Projeto Pedagógico do Curso de Dança – Licenciatura. 2017.

LINHARES, A. M. B. O Tortuoso e Doce Caminho da Sensibilidade. Ijui/RS: Ed. Unijuí, 1999.

MARQUES, I. Dançando na escola. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2007.

PEREIRA, E.M. de A. “Pós-modernidade: desafios à Universidade”, In: SANTOS FILHO, J.C. e Moraes, S.E. (orgs.) Escola e universidade na pós-modernidade. Campinas: Mercado de Letras. 2000.

SACRISTÁN, J. G. O currículo: uma reflexão sobre a prática. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2000.

SARAIVA, M. C. O sentido da dança: arte, símbolo, experiência vivida e representação. Movimento, Porto Alegre, v. 11, n. 3, p. 219-242, setembro/dezembro de 2005.

SHAPIRO, S. Towards transformative teachers: Critical and feminist perspectives in dance education. In: Dance, Power and difference: Critical and feminist perspectives of dance education (pp. 7-23). USA: Human Kinetics Publishers. 1998.

SMITH-AUTARD, J.M. The art of dance in education. 2nd ed. London: A & C Black Publisher. 2002.

SÖÖT, A & LEIJEN, Ä. Designing Support for Reflection Activities in Tertiary Dance Education. Procedia - Social and Behavioral Sciences, v. 45, p. 448 - 456. 2012.

SOUZA, M. A. C. A Dança Popular no Processo de Formação do Bailarino Clássico e Contemporâneo: ESTUDO SOBRE A ESCOLA DO TEATRO BOLSHOI DO BRASIL. Relatório do Doutorado em Motricidade Humana, especialidade Dança. Faculdade de Motricidade Humana, Lisboa, Portugal. 2014.

VIEIRA, M. S. A dança em cena: reflexões para o ensino superior de dança. Dança. Salvador, v. 4, n. 1 p. 25-33, jan./jun. 2015.
Publicado
30-08-2019
Como Citar
CARVALHO, C.; SOUZA, M. A. DA C.; RAUSCH, R. B. Formação do professor de dança. Formação Docente – Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação de Professores, v. 11, n. 21, p. 71-88, 30 ago. 2019.